Cobertura do Vão Central do Mercado Público de Florianópolis

Posted on by manager

Com sede na cidade de Florianópolis/SC desde 1999, a Esphera Sul Empreendimentos vem atuando no mercado da construção civil, executando seus trabalhos nas mais diversas regiões do País. Elaboram estudos de viabilidade, levantamento técnico situacional, reformas em geral, impermeabilizações, administração de obras, fiscalização, compatibilização de projetos, projetos arquitetônicos e estruturais de residências, escritórios e edifícios, incluindo todos os desenhos, desde sua concepção à execução.

Disponibilizam a seus clientes a mais avançada tecnologia existente no ramo da construção civil, visando aumentar a eficiência na execução, diminuindo as despesas decorrente de desperdícios e controlando os custos da obra. A forma como desenvolvem seu trabalho atualmente, é considerada como a mais inovadora e atual do mercado, sendo denominada: Preço Máximo Garantido – PMG. Este conceito surgiu devido a necessidade dos proprietários das obras, em ter o total controle dos custos nas mais diferentes etapas da edificação do seu empreendimento (seja ele casa, escritório, edifício, hotel, etc), acompanhando desde o princípio da viabilidade à alocação dos recursos financeiros, sem que haja quebra ou diferenças no fechamento do balanço mensal da obra.

Seu quadro de profissionais é constituído por Engenheiro Civil, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Engenheiro de Materiais, Arquiteto, Advogado e Administrador, todos com bastante experiência na área em que atuam, e todos focados num só ideal: Superar as expectativas dos Clientes!

A Brasecol teve oportunidade de realizar parceria com esta grande empresa na obra de cobertura do vão central do Mercado Público de Florianópolis. Este foi construído em frente à Alfândega no ano de 1898, em substituição ao antigo mercado, o qual foi demolido em 1896, após 45 anos de funcionamento.

O atual Mercado Público Municipal foi construído em duas etapas: a primeira em 1899, contava com apenas uma ala. Em 1915 foi construída em cima de um aterro a segunda ala, bem como as torres, as pontes e o vão central. A totalidade da construção conta com 140 boxes, onde encontramos roupas, utensílios, alimentos e trabalhos de artesanato em cerâmica, palha e vime. No dia 19 de agosto de 2005, por volta das 8h20 da manhã, um incêndio na ala esquerda do Mercado Público destruiu toda a área interna deste lado do complexo. A ala precisou ser inteiramente reconstruída e hoje seu funcionamento já está sendo normalizado.

Como mais um passo para sua reabertura completa, iniciaram-se as obras para instalação da cobertura do vão central. De acordo com o Engenheiro Civil Wesley Gimenez Vieira, a primeira etapa exige muita cautela, tendo em vista a execução dos blocos de fundação, os quais estão apoiados sobre oito estacas raiz, cada. Estas estacas têm profundidade variando entre 12 a 15 metros, sendo 4 metros em rocha.

Postado dia 22 de julho de 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top